Entenda como funciona e quais as principais aplicabilidades de uma rede Blockchain.

Blockchain: entenda como funciona e quais as principais aplicabilidades de uma rede

por: Anderson Bargas | 09/11/2017

O termo Blockchain vem ganhando notoriedade devido ao seu potencial de aplicação mas você sabe o que significa? Neste post vamos descobrir como ele funciona e onde pode ser utilizado.

ENTENDA COMO FUNCIONA

Todos sabemos a importância dos bancos de dados em nossas vidas, por mais que não lidemos com eles diretamente, estão ali, guardando as conversas por chat, os telefones nas agendas de nossos smartphones e até mesmo o quanto possuímos em nossas contas bancárias. Podemos dizer que estes bancos de dados são centralizados ou, mesmo que não sejam, ainda pertencem a uma única instituição, como por exemplo o nosso banco ou nosso provedor de e-mail.

Blockchain é uma tecnologia que cria um banco de dados distribuído, compartilhado e gerenciado de forma autônoma, no qual os dispositivos que participam desta rede estão conectados entre si, como numa rede P2P (peer-to-peer), sem a necessidade de um servidor central. Esta descentralização é o maior destaque desta tecnologia, uma vez que diminui custos de operação e os riscos inerentes de manter tudo em um único local.

APLICABILIDADE DO BLOCKCHAIN

A tecnologia Blockchain foi criada para ser a base do Bitcoin – criptomoeda concebida por Satoshi Nakamoto – porém deve ser observado que não é só na esfera financeira em que o Blockchain pode ser aplicado mas também em muitos outros setores, por exemplo, na área de saúde. Um problema recorrente nos sistemas de saúde de todo o mundo é como compartilhar os registros médicos de um paciente com mais de uma instituição e ao mesmo tempo proteger a privacidade do paciente. Para resolver este problema, um time de pesquisadores foi criado no MIT Media Lab para testar uma aplicação piloto chamada MedRec. O líder do time, Ariel Ekblaw, colocou a tecnologia para funcionar no Centro Médico Beth Israel, coletando dados dos pacientes durante seis meses. A aplicação foi executada em máquinas virtuais do próprio MIT. Foram registrados os exames de sangue, histórico de vacinação, prescrições médicas e outros registros terapêuticos. Os resultados foram tão positivos que Ekblaw já planeja iniciar mais pilotos em redes maiores de hospitais.

Em síntese, é importante notar que apesar de todas as vantagens apresentadas, a tecnologia por trás do Blockchain ainda está em fase de estudos e é possível que leve algum tempo até ser considerada madura o suficiente para ser usada em ampla escala, como nos casos citados.

REFERÊNCIAS

http://computerworld.com.br/blockchain-o-que-e-e-como-funciona
https://www.wired.com/2017/02/moving-patient-data-messy-blockchain-help/
http://forumsaudedigital.com.br/aplicacoes-praticas-blockchain-na-saude-digital/

FONTE DA IMAGEM

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Blockchain_Grid.jpg

 

*Anderson Bargas é Desenvolvedor na Ditech. Possui experiência em várias linguagens de programação. Apaixonado por tecnologia, nas horas vagas se dedica ao radioamadorismo.

 

FALE CONOSCO

Envie uma mensagem para nós,
adoramos responder emails :)

Quer uma ideia de assunto?

  • Orçar um projeto
  • Saber mais sobre nós
  • Trabalhar conosco
  • Tomar um café expresso
© Ditech 2016 - Todos os direitos reservados.
@workandcode